Olhar Feminino

Saúde, beleza, dicas,maquiagem,cabelos,unhas,mensagens lindas,amor e relacionamento,moda homem, moda mulher, Smartphones,celulares.

01 agosto, 2010

A Aluna e o Professor - Parte Final


Uma vez aqui no blog comecei a contar uma história; A Aluna e o Professor - Parte 01 e depois me perdi entre postagens e deixei aqui rascunhada a parte 2 e nunca mais mexi. Hoje, deletando postagens, vendo rascunhos, achei por aqui... revi os comentários e emails me perguntando o fim da história, então vou deixá-la aqui inteira. Boa leitura!



Faculdade.1993.Ela, 23 anos.Ele,43.20 anos de diferença... e experiência. Ele, professor.Ela,aluna.Ele, estudioso.Ela, sem juízo.


O primeiro dia que entrou na sala e viu o "prof." como chamavam na época não gostou dele.Sentiu raiva na hora.Assistiu a aula criticando-o o tempo todo.Ao término foi até ele:"Quantas faltas posso ter em sua aula?" ele respondeu educadamente: "12".Olhou pra ele com desdém e disse:"Terei todas" e saiu. Chegou em casa irritada. O professor não saía de sua cabeça: "Cara arrogante, metido a inteligente...Acha que é quem?". À noite teve febre e delirou que o professor estava ao seu lado.Sentiu medo, muito medo.Pensou:"epa, devo ficar longe dele.Coisa mais estranha". Não era. Apaixonara-se à primeira vista. Ou à primeira aula. Não perdeu uma aula dele, pelo contrário, virou a melhor aluna e achava que ele não a notava.Fez a primeira prova. Dias depois percebeu que ele sempre saía da aula e ia para o pátio conversar com ela.Ela ria das histórias dele. Ele ria das bobagens dela. Pensava em fugir dele, mas era tão bom estar perto dele. Ele pediu o telefone dela. Ela desconversou. Em outro dia ele disse;"gostaria do seu telefone, temos algo a discutir sobre a avaliação". "Que desculpa esfarrapada", ela pensou. Não houve como não dar. Ele ligou. Conversaram amenidades, ao final, ele convidou-a para jantar. Ela aceitou.Vestiu-se bonita. Ele chegou e a elogiou: "bonita e cheirosa..." Deu um sorriso amarelo. O coração ia sair pela boca. A impressão era que ele poderia escutá-lo. "Fique calma, droga!" Levou-a para a casa dele. "Não íamos jantar?""Nós vamos". Ele havia cozinhado, preparado tudo. Um vinho suave. Boa música.Não resistiu. Acabaram na cama.Ela ficou. Ele levantou.foi para a sala, pegou o violão e tocou e cantou:

Eu quero uma mulher

que seja diferente 
de todas que eu já tive,
de todas tão iguais
que seja minha amiga,
amante, confidente 
a cúmplice de tudo
que eu fizer a mais.
No corpo tenha o Sol
no coração a Lua
a pele cor de sonho
as formas de maçãs
a fina transparência
uma elegância nua
o mágico fascínio
o cheiro das manhãs.


Eu quero uma mulher
de coloridos modos
que morda os lábios sempre
que for me abraçar
no seu falar provoque
o silenciar de todos
e seu silêncio obrigue
a me fazer sonhar
Que saiba receber
que saiba ser bem-vinda
que possa dar jeitinho
a tudo que fizer
que ao sorrir provoque
uma covinha linda
de dia, uma menina
a noite, uma mulher.
(A Cúmplice - Juca Chaves)

Ela se levantou e encostou-se na porta do quarto, só vestida com uma blusa.Foi a coisa mais linda que já tinham feito pra ela.Cada detalhe elaborado.Se já não estivesse apaixonada por ele, apaixonaria-se ali.Levou-a embora para casa.Estacionou e disse: "Menina, posso te dizer uma coisa e você promete não ficar brava?" "Claro!" "Sabe, você tem os olhos mais tristes que eu já vi. Olhos de mulher mal-amada""O quê? Tá me xingando?" "Não, nada disso.Deixa eu explicar.Olhos de quem ainda não foi amada." Ela nada disse. Ele continuou:"Pois olha, menina, eu vou te amar tanto, mas tanto, que quando eu sair da sua vida, você vai me prometer que você NUNCA vai aceitar menos de um homem do que eu te dei" e deu um beijo nela...

A menina era eu...E ele cumpriu o que disse.

Ficamos juntos um ano. Terminamos umas dez vezes, por conta das crises existenciais dele. Estava na época separado de alguém que morava em outro estado. Mas havia filhos no meio, o que dificultava tudo. Comigo, o problema maior ram meus pais, que haviam me deixado na cidade apenas para estudar e uma pessoa assim na minha vida não seria bem vinda, muito menos por conta da idade dele que era a do meu pai. Era um sofrimento. Ele chorava. Eu chorava. Eu o amava. Ele me amava.
Durante o ano em que ficamos juntos, ele cuidou muito bem de mim e me deu muito carinho, amor, respeito. Aprendi a estudar, a ser mais responsável, virei realmente uma acadêmica. Eu o amaria pra sempre, eu pensava. Cheguei a pedir a Deus que nunca colocasse homem nenhuma mais no meu caminho em oração, se houvesse a possibilidade de ficarmos juntos. Claro que ele nunca soube disso. Quantas coisas que contamos apenas para Jesus, não é mesmo?

Bem, em uma dessas crises ele resolveu se mudar da cidade e voltar à família. Ouvi tudo que ele tinha a me dizer. Que eu era muito nova. Que se ficasse comigo eu o chamaria de velho quando ele tivesse 60 e eu 40, por exemplo (idade que temos hoje). Que eu o trairia e etc, etc, etc. Que nunca daria certo...
Ouvi. Fiquei triste e disse magoada: "Pode ir, mas não ficaremos mais juntos".
Ele riu. Riu muito mesmo. Gargalhou. Disse: "Jôse, o que nós temos você nunca vai esquecer e nem eu". "Vou ficar vindo aqui te ver". Sabe, eu não disse nada na hora. minha dor era tão grande mas tão grande, que palavras não a expressariam e olha que tenho bom vocabulário. Eu só pensava: "você que pensa".

E ele foi. E eu fiquei. Emagreci mais de dez quilos. Chorei noite e dia. Rezei até ficar com os joelhos calejados. Sofri muito. E nada dele. Um mês, dois, três... nada. Nem um telefonema. Nem um "tenho saudade". Nada. Deixou-me assim com a certeza de que eu não tinha sido nada na vida dele. Porque com a distância, nenhuma certeza mais se segura. Ele me amava. Será? A gente se dava bem. Será? Nada é mais certo. Tudo se envolve numa densa fumaça onde você vê apenas o seu sofrimento e o não estar junto do outro que, ou é mais forte que você ou simplesmente não te amava. São os fatos. E nós, mulheres, sempre optamos pela segunda opção.

E você tem que sobreviver. Dar valor à outra pessoa. Assim fiz. Comecei a namorar outro.

Bem, mas... depois que ele foi embora e se ajeitou por lá nos primeiros meses não me procurou, como eu disse, mas depois de uns quatro meses, ele veio à cidade e me telefonou. Não havia internet, nem celular. Ligou em casa. Atendi o telefone sem nem me lembrar dele e ouvi a voz. " Estou na cidade". Desliguei. Tirei da tomada o final de semana inteiro, até que ele fosse embora. E assim fiz todas as vezes que ele me telefonou. Todas as vezes que ele veio à cidade, até que ele não veio mais. Eu já estava casada. Fui casada por onze anos. Por onze anos, ele me procurou. Antes de me casar, namorei com o moço três anos, então, somando tudo foram 14 anos em que ele me telefonou, veio à cidade, me procurou. Algumas vezes eu atendia, quando ele ligava no serviço, conversava com ele, dizia como estava minha vida. Ele me perguntava se eu era feliz casada eu dizia que sim. Ele perguntava se viesse à cidade se eu me encontraria com ele, se eu o ouviria, eu dizia que não. Teve uma vez que me lembro ainda que ele ligou bêbado.Eu o ouvi. Só ouvi. Quando falei, falei apenas para que ele se cuidasse e que não me ligasse mais daquele jeito pois isso me fazia sofrer. Em nenhum momento tudo isso foi fácil pra mim. Eu respeitei a decisão dele de ir embora saindo totalmente da vida dele embora isso tenha me custado muitas lágrimas.

Bem, em 2005 eu me separei. Ele me procurou e disse que era um dos dias mais felizes da vida dele. e pediu para que eu fosse vê-lo. Falei que estava muito machucada e que novamente, eu não iria. Uns meses depois ele me ligou novamente e eu disse que iria vê-lo. Combinamos tudo. No outro dia ele me ligou. Disse que havia passado mal de pensar em me ver novamente depois de tanto tempo. E disse que não teria saúde pra me ver. Que estava pensando se seria bom pra ele reabrir uma ferida que custava a cicatrizar. Falei que tudo bem, que deixássemos então como estava. E ficamos assim, de vez em quando ele ligava, mandava email...

Em 2009, apenas, ele tomou coragem para pedir que eu fosse vê-lo. Ligou e disse que não adiantava.. que ele morria de saudade.. E eu fui.

05 de junho de 2009, desembarquei em Goiânia, ele me esperando. Foi uma cena bonita, depois de tanto tempo a gente se olhar e sorrir para o outro. Senti ternura. Carinho. Conversamos muito. Ele me contou o que sofreu, o que passou. Disse-me tudo que eu havia sonhado ouvir há mais de 14 anos. Disse-me que fui a única mulher que ele verdadeiramente amou nessa vida. Nos amamos em segundos...(Um aff bemmmmm grande aqui que fiquei a ver navios)
Disse tudo, de como quase desistiu de tudo por mim. De como eu o ignorei. Todas as palavras que eu pedi pra ouvir quando eu chorava e orava achando que ele não me amava, que não se lembrava de mim, eu ouvia agora. Ouvia tudo, sem emoção nenhuma. Os planos de ficarmos juntos...
No outro dia, simplesmente vim embora. Ainda nos correspondemos por email de vez em quando. Ele pergunta como vou, eu pergunto como ele vai. Simples assim.





Moral da História, se é que há alguma...



O amor por ele passou pra mim. Um coração quebrado é difícil de ser consertado. Mas me arrependo. Eu o amava muito. Deveria ter sido amante dele, deveria ter feito o que fosse e ficado com ele. Deveria sim, ter atendido ao telefone, deveria ter até traído o meu ex-marido, se fosse necessário, que não valeu a pena, nem me fez feliz em onze anos como fui em um com ele. Mas a vida é assim. Não tem borracha. Fazemos escolhas e nem sempre elas são para que tenhamos felicidade. Fica apenas a lição:

Hoje, eu só tento ser feliz. Não penso mais no que será o amanhã, se algo é correto ou não. Se é moralmente correto, principalmente. Hoje eu só quero amar e ser amada. Ter momentos felizes ao lado de quem eu amar e pronto. O futuro? A Deus pertence.

15 comentários:

  1. Menina, que história linda e triste!
    O amor é mesmo assim, ele não tem roteiros, assim como também o desamor.
    As dores, mágoas, rejeições nos mostram, com o passar do tempo, que a "rejeição" não existiu, talvez tenha sido mais as expectativas criadas e não acontecidas que tenham doído tanto.
    Talvez, o tempo lindo que vcs precisavam era aquele um ano que passou. Talvez, se tivesse tido outros anos, a sua idéia de amor com ele tivesse mudado. Já pensou nisto?
    Acredito que o que a vida tinha pra lhe mostrar, ela mostrou: Viva e deixe viver ou "Cada escolha uma renúncia" - Charlie Brow.
    Assim, hoje nem se culpe por nada. Você fez o que, na época, achou que tivesse que fazer.
    Tenho certeza que sua prece em forma de post foi ouvida pelos Anjos do Senhor e agora, livre da vontade estar com o professor, outro homem "completo" aparecerá pra ti. E será ainda muito, muito feliz.
    Eu creio nisto e vc? ;)

    ResponderExcluir
  2. Deus é estranho tem hora. Coloca pessoas na vida da gente de forma inusitada. Um amor enorme por pessoas que você nem sabe de onde vêm. O amor por esse professor da faculdade já passou há anos.Foi só uma história na minha vida, que me deixou coisas boas para lembrar, como o respeito que ele tinha por mim, o cuidado em não me magoar. Mas sempre um fica mais magoado quando se acaba.E tudo passa. Vi isso em 2009 quando o encontrei. Sofri tanto, mas passou.Sabe, mesmo quando tento não magoar as pessoas e ser o mais sincera possível no que sinto, nas minhas intenções, ainda assim, tenho sofrido. No momento atual tenho rezado muito para Deus me fazer ser mais forte do que sou. Para eu não perder minha alegria de ser como sou.E nem perder nunca a capacidade de amar as pessoas. Se serei feliz? Sim, eu creio nisso. Mas também tenho a alegria de saber que já fui (passado, entendam) muito amada por este, pelo meu ex-marido e, talvez, por um passado recente. E quantas mulheres passam por essa vida sem saber o que é um amor verdadeiro? Sem saber o que é amar e ser amada, sem saber a felicidade e completude que isso nos dá? Só por isso, eu já sou muito feliz e agradecida a Deus!

    ResponderExcluir
  3. nossa amei sua historia nunca tinha entrado no seu site
    agora entro tds os dias
    amei o final apesar de não ter pegado o começo e o meio mas o final esta mara
    felicidades a quem q seja que vc esteja.......

    ResponderExcluir
  4. QUE HISTÓRIA DE AMOR LINDAAAAA... ESTOU VIVENDO ALGO PARECIDO, ESTOU ME ENVOLVENDO COM MEU PROFESSOR DA FACUL HÁ 1 ANO, NÓS TEMOS 7 ANOS DE DIFERENÇA DE IDADE... E SOMOS CASADOS
    ...ELE TEM 37 ANOS, ELE É LINDO, CHARMOSO, INTELIGENTE E CARINHOSO... NÃO SEI SE O AMO, E ELE TB NUNCA DISSE QUE ME AMAVA, MAS DIZ QUE ADORA MEU JEITO, ME ADORA, ADORA MINHA COMPANHIA, E QUE ME ACHA LINDA, SEXY E INTELIGENTE.. E EU SINTO O MESMO POR ELE E SE CURTIMOS DEMAIS... ELE DIZ ASSIM: MEU AMOR, NÃO ME ESQUECE! E EU FICO TODA DERRETIDA... RS! SE DAMOS MUITO BEM E NÃO CONSEGUIMOS SE AFASTAR MESMO SABENDO QUE ESTAMOS ERRADOS, SOMOS CASADOS MAS HÁ ALGO MAIOR QUE NOS UNE... NA CAMA ENTÃO, SE DAMOS BEM DEMAIS...RS! COM ELE ME SINTO AMADA, DESEJADA E MULHER, COISAS QUE NÃO SINTO COM MEU MARIDO HÁ ANOS( MEU MARIDO ALÉM DE NÃO FAZER DIREITO HÁ TEMPOS, AINDA ME TRAIU MUITAS VEZES, FOI QUANDO ME SENTI UM LIXO) ... ENTREI NA FACUL PARA MUDAR A MINHA VIDA E ME SENTIR ÚTIL E MELHOR, PQ COMECEI A FACUL ME SENTINDO UM LIXO DE MULHER E ESTAVA MAGOADA, FOI QUANDO CONHECI O PROFESSOR E TUDO MUDOU, SOU OUTRA MULHER E ME SINTO FELIZ AO LADO DELE... NÃO SEI SE VAI ACABAR OU VOU FICAR COM ELE... MAS VIVO ESSE MOMENTO INTENSAMENTE E ME SINTO BEM E ELE TB... QUEM SABE UM DIA PODEMOS FICAR JUNTOS DE VEZ, E ELE SER SÓ MEU E EU DELE... MAS ENQUANTO ISSO NAO ACONTECE CURTO O MOMENTO. E SEI QUE SERÁ INESQUECÍVEL PARA MIM E PARA ELE...E NUNCA ME ARREPENDEREI DO QUE VIVI!

    BJS

    ResponderExcluir
  5. QUE HISTÓRIA LINDAAA... EU ESTOU VIVENDO ALGO PARECIDO HÁ 1 ANO, ESTOU ME ENVOLVENDO COM O MEU PROFESSOR DA FACUL, E TEMOS 7 ANOS DE DIFERENÇA DE IDADE, ELE TEM 37 ANOS, MAS SE DAMOS MUITO BEM E SE CURTIMOS A BEÇA... SOMOS CASADOS, E O MEU CASAMENTO E O DELE NÃO ANDA BEM HÁ TEMPOS... NÃO SEI SE O AMO, E ELE TB NUNCA DISSE QUE ME AMAVA, SÓ DIZ QUE ME ADORA, ADORA MEU JEITO, ADORA FICA COMIGO E ADORA A MINHA COMPANHIA E QUE SE SENTE BEM AO MEU LADO... E EU SINTO O MESMO POR ELE... MESMO SENDO ERRADO NÃO SE SENTIMOS CULPADOS E NEM ARREPENDIMOS PQ É MUITO BOM... NA CAMA ENTÃO, NEM SE FALA...RS. ME SINTO AMADA, DESEJADA E MULHER , COISA QUE NÃO SENTI HÁ ANOS COM MEU MARIDO (QUE SÓ ME MAGOOU E TRAIU DURANTE O TEMPO QUE ESTOU COM ELE)... QUANDO ENTREI NA FACUL TAVA DEPRIMIDA E ME SENTINDO FEIA, GORDA, UM LIXO.. ATÉ QUE APARECENDO O PROFESSOR E MUDOU A MINHA VIDA, MEU MUNDO... NÃO SEI SE VAMOS FICAR JUNTOS E SE VAI ACABAR, MAS APROVEITO CADA MINUTO QUE POSSO AO LADO DELE, VIVO ESSE MOMENTO LINDO INTENSAMENTE... PQ SEI QUE MESMO QUE NÃO FIQUEMOS JUNTOS, PARA MIM E PARA ELE SERÁ INESQUECÍVEL...

    BJS

    ResponderExcluir
  6. sabe,as vezes a gente se priva de viver lindas histórias como essa pelo medo, ou pelo o que as outrar pessoas vão a nosso respeito, não condeno quem pensa assim pois eu mesma sou toda medrosa em relação a assuntos do coração, sonho em entregar meu amor a alguém por quem valha apena sofrer, sorrir e em fim por alguém que mesmo algum dia nos distanciando a lembrança de o ter amado seja tão boa e tão forte que sorria e derrame lágrimas ao mesmo tempo...
    esses dias mesmo aconteceu de ver que um lindo homem olha pra mim diferente, me olha nos olhos e me faz sentir linda mesmo q ñ diga nada, mas sinto que este homem é proibido pra mim pq tem esposa e como nesses casos que as pessoas dizem axo q ele nunca a deixaria por mim além disso ir contra a educação que recebi. E tenho fugido dele como o diabo foge da cruz e ele te percebido e me perguntado se estou com algum problema se preciso de ajuda... Peço apenas a Deus todas as noites em minha orações que tire esse desejo ou esse amor de mim...

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que historia linda, ameeeeeeeeeeeeeei demais, concordo cm vc em viver cada dia cm se fosse o ultimo, eu estou a 6 meses ficando cm um de 30 ,13 anos de diferença, eu amo muito ele, apesar de el ser casado ;!

    ResponderExcluir
  8. Essa é a historia da minha vida..!

    ResponderExcluir
  9. Liinda Historii
    Tenho Muiito medo De Que acontesa isto com Migo...
    Gosto Muito de um Garoto elle nem Sabe do tanto quegosto delle eu So Tão Besta que ageiito minhas amigas pra Fica com Elle
    Vo muda Minha Viida totalmente,Amei sua Istori
    Era Pra Vc Ter Trido Seu es marido Vio kkk
    Felicidades ii Paz Deus abecoi sau viida.. *-*'

    ResponderExcluir
  10. Nossa, estou vivendo algo parecido também, e eu sou o professor dele. eu 23 ele 37, ele é casado e "hetero", eu tenho namorado e sou "homo", ontem tivemos uma noite linda, mas no final ele disse: Não estou preparado para ter um "caso" com um homem, sei lá parece que deu uma crise existencial nele. ele fica me atissando por mensagens no meu cel, ele começou a me seduzir, oferecer carona e tal, e agora fica nessa indecisão, ME AJUDEM O QUE EU FAÇO?????

    ResponderExcluir
  11. amei muito a sua história; como muitas pessoas, meu caso é igual ao seu gosto do meu professor ele é 10 anos mais velho e eu estou apaixonada por ele e acho q ele tambem esta apaixonado por mim; tenho medo de que aconteça a mesma coisas q aconteceu com vc mais acho que vale a pena correr o risco.

    ResponderExcluir
  12. Nossa.. Minha história!! aiai até chorei aqui! triste :(

    ResponderExcluir
  13. EU AMEI ESSA HISTÓRIA É LINDA DEMAIS EU TAMBÉM VIVO QUASE A MESMA HISTÓRIA E TÃO TRISTE VC VÊ QUEM VC AMA COM OUTRA EU AMO O MEU PROFESSOR ELE Ñ SABE DISSO MAIS TODAS AS NOITES EU PENSSO COMO SÉRIA SE LE FOSSE MEU NAMORADO MEU MARIDO ELE ENTRO DE UMA MANEIRA TÃO ESPECIAL NA MINHA VIDA KI EU NUNCA IRIA IMAGINAR Q IRIA O AMAR TÃO INTENSSAMENTE É MUITO DIFICIL OLHAR PARA ELE É DESEJAR O SEU CORPO DIZER KI O AMA O BEIJA-LO E MUITO TRISTE MESMO AINDA POR SIMA ELE E CASADO E TEM UMA FILHA EU LAMENTO TANTO DEUS N TER COLOCADO NA MINHA VIDA TANTO KI EU O AMO EU PESSO A DEUS PARA KI ELE SUMA DA MINHA VIDA PARA EU PARA DE SINTIR O KI EU SINTO COM ELE AO MESMO TEMPO Ñ QUERO Q ELE SAIA DA MINHA VIDA DE JEITO MANEIRA EU SÓ SEI KI O MAO DIMAIS ELE É TÃO AMOROSO COM TODOS ELE CATIVANTE ALÉM DE EMPLICAR COM MIGO Q EU ADORO QUANDO ELE FAZ ISSO ELE CONVERSSA COM MIGO MIM ABRAÇA EU SINTO UMAS COISAS QUANDO ELE MIM ABRAÇA Q INESPLICAVEL

    ResponderExcluir
  14. eu procurei no google uma frase apaixonada para um professor, encontrei suahistoria eamei......... eu sou completamente apaixonada pelo meu professor, nw sei explicar como isso surgio, é muito sinistro.... agente conversa pelo face, mas nw sei como dizer´pra ele o que nem eu sei exatamente o que sinto.... "por favor me deem uma dica de como falar pra ele o que eu sinto, sem deixar ele preocupado"..........

    ResponderExcluir